Uma atitude pode mudar o mundo. Doe para o CASCA

Corinthians atropela Atlético-MG, vence e pode ser campeão na próxima rodada

Gazeta Press Malcom abriu o placar na Arena Independência
O Atlético-MG encarava como uma final antecipada. O Corinthians, por sua vez, como apenas mais um jogo. A vantagem na classificação, claro, contribuía. Mas também o equilíbrio que caracteriza os times comandados por Tite. E foi, assim, sem se deixar abalar pela pressão, que os paulistas construíram o placar no segundo tempo, venceram por 3 a 0 e praticamente decidiram o campeonato neste domingo, na Arena Independência.
O título brasileiro está, mesmo, a caminho do Parque São Jorge.
A sexta conquista do clube em sua história.
Para confirmá-la com quatro rodadas de antecedência, o Corinthians precisa vencer o Coritiba no próximo sábado, na Arena, em São Paulo, e o Atlético-MG perder ou empatar com o Figueirense, em Florianópolis, no dia seguinte.
Depois de um primeiro tempo em que os donos da casa levaram mais perigo, os corintianos voltaram com tudo na etapa final e saíram com Malcom aproveitando falha do zagueiro Edcarlos e cruzamento de Jadson para cabecear para o fundo das redes, aos 22 minutos.
Vagner Love ampliou logo em seguida, aos 29, aproveitando novo lance de Jadson para bater Edcarlos em velocidade e chutar forte na saída de Victor. Com o resultado encaminhado, a equipe alvinegra pôs fim a qualquer chance de reação em voleio de Lucca, aos 39. Um golaço.
A diferença na tabela agora é de 11 pontos. O Corinthians é mais líder do que nunca, com 73, e o Atlético-MG segue em segundo, com 62.
CONFUSÃO FORA DE CAMPO
Com ingressos esgotados, a Polícia Militar teve trabalho para evitar tumulto torcedores que ainda tentavam, antes do pontapé inicial, conseguir entradas nos arredores do Independência. Foi necessário usar gás lacrimogênio para controlar a situação. O saldo da confusão foram diversos feridos, todos eles atleticanos.
Para completar, um ônibus que carregava organizada do Corinthians ainda se atrapalhou durante o caminho e cruzou com a torcida mandante.
MÁGOA DO PASSADO
Até a metade do primeiro tempo, o técnico Tite teve de recorrer a uma blusa com capuz para se proteger das cusparadas que vinham da torcida do Atlético-MG. O ambiente hostil foi suavizado somente após intervenção do companheiro de profissão Levir Culpi, que foi até o banco de reservas corintiano pedir para que os torcedores mineiros acalmassem.
O treinador gaúcho comandou os donos da casa em parte da campanha do rebaixamento no Brasileiro de 2005. Ele ocupou o banco de reservas do time nas 17 primeiras rodadas daquele campeonato.
Esse foi o primeiro compromisso nesta temporada na Série A que a diretoria corintiana acompanhou em peso a delegação da equipe em uma viagem. O superintendente Andrés Sanchez reclamou do foguetório na porta do hotel do clube durante a madrugada.
PRATTO TENTA E MALCOM RESPONDE
Ao contrário do que se esperava, foi o Corinthians que tomou a iniciativa e pressionou no começo da partida. Somente após os 15 minutos iniciais, o Atlético-MG, enfim, assumiu as rédeas em campo, apostando, sobretudo, na bola aérea. Ao todo, de acordo com números do Footstats, foram 17 cruzamentos e 21 lançamentos que tiveram, em sua maioria, como alvo o argentino Lucas Pratto.
O centroavante teve duas chances no primeiro tempo - em uma delas, sozinho, chegou atrasado em cruzamento do compatriota Dátolo pela esquerda. O Galo tentava descer pelos lados do campo e tirar proveito da fragilidade do garoto Guilherme Arana, que vacilava na marcação.
O troco do Corinthians vinha, sobretudo, com a revelação Malcom, que saiu na cara de Victor por três vezes, mas não conseguiu balançar as redes. O garoto de 18 anos segurava a bola e facilitava para a defesa. Renato Augusto também teve excelente oportunidade em saída equivocada atleticana, mas chutou por cima do travessão.
FALHA DE EDCARLOS
Os dois times voltaram com a mesma postura do vestiários. Com o jogo aberto, acabou saindo de falha do único reserva atleticano em campo, o zagueiro Edcarlos, a chance para Malcom, sem marcação, cabecear no contrapé de Victor e abrir o placar. O ex-são-paulino ainda foi batido na velocidade por Vagner Love para o Corinthians fazer o segundo e aumentou no Independência.
Lucca, de voleio, fechou com um golaço após combinação entre Renato Augusto e Love na entrada da área. Foi o primeiro gol do reforço trazido do Criciúma no meio da competição.
PRÓXIMO DESAFIO
Na próxima rodada, o Corinthians recebe o Coritiba, no sábado (7), às 19h30 (de Brasília), na Arena, em São Paulo. O Atlético-MG, por sua vez, visita o Figueirense no domingo (8), às 17h, no Orlando Scarpelli.
ESPN
Compartilhar no Google Plus

About tvmais delmiro

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário