Uma atitude pode mudar o mundo. Doe para o CASCA

Delmiro Gouveia supera Santana do Ipanema em número de casos confirmados de microcefalia

Subiu para 73 o número de casos confirmados de microcefalia em Alagoas, segundo informações divulgadas pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), na última sexta-feira (4). Contribuíram para esse aumento, inclusive, novos casos ocorridos em municípios do Sertão de Alagoas.
Em Delmiro Gouveia, por exemplo, as ocorrências subiram de 6 para 7, deixando o município em primeiro lugar entre os sertanejos. Em Santana do Ipanema, que estava em primeiro lugar com 6 casos, não houve alteração e o município aparece agora como o segundo da lista.
Já em São José da Tapera, um novo caso foi registrado, passando de 4 para 5 bebês com microcefalia, segundo a Sesau. Os outros municípios da região que registraram casos dessa má formação foram: Dois Riachos (2), Pão de Açúcar (2), Inhapi (2), Piranhas (2), Belo Monte (1), Olivença (1), Canapi (1) e Pariconha (1). O caso de Canapi, conforme a Nota da Sesau, foi identificado como intrauterino.
Ainda segundo a Sesau, a situação dos estados da Região Nordeste referentes aos casos suspeitos de microcefalia, divulgada pelo Ministério da Saúde, coloca Alagoas na quarta posição, com 73 casos suspeitos. Pernambuco lidera o número com 646 casos suspeitos, seguido de Paraíba (248) e Sergipe (77).
A microcefalia é uma má formação genética em que a cabeça e o cérebro das crianças são menores que o normal para a sua idade, influenciando o seu desenvolvimento mental. Ela não tem cura, e a criança que a possui pode precisar de cuidados por toda a vida, sendo dependente para comer, se mover e fazer suas necessidades, dependendo da gravidade da microcefalia que possui e se ela possui outras síndromes além da microcefalia.
A principal suspeita do Ministério da Saúde é de que os casos de microcefalia no Nordeste estejam associados às ocorrências do Zika vírus, que é transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, o mesmo que transmite a Dengue. Por isso, a principal recomendação dos órgãos ligados à saúde é que a população intensifique o combate ao mosquito, eliminando seus criadouros e evitando manter locais com água parada e sem proteção.

Minuto Sertão
Compartilhar no Google Plus

About tvmais delmiro

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário