Uma atitude pode mudar o mundo. Doe para o CASCA

Flamengo vence o Fluminense em clássico com expulsões no DF

Willian Arão e Paolo Guerrero fizeram para os rubro-negros e Gustavo Scarpa descontou

Em clássico emocionante, disputado na noite deste domingo, no estádio Mané Garrincha, no DF, o Flamengo derrotou o Fluminense por 2 a 1, gols marcados por Willian Arão e Paolo Guerrero, um em cada tempo, para a equipe rubro-negra, descontando Gustavo Scarpa para os tricolores. O resultado fez o Flamengo chegar aos dez pontos ganhos e assumir a segunda posição no Grupo B, do Campeonato Carioca. O Fluminense segue com sete pontos ganhos, na quarta posição do Grupo A. O resultado pode colocar em risco, novamente, o cargo do técnico Eduardo Baptista que ainda não conseguiu estabelecer uma sequência positiva no comando do Tricolor das Laranjeiras.
O Flamengo começou bem melhor e estabeleceu uma vantagem de dois gols, mas após a expulsão de Cuellar e Marcos Junior, no segundo tempo, a partida ficou equilibrada. O zagueiro Wallace ainda recebeu cartão vermelho no final, aumentando a dramaticidade do jogo. O Fluminense partiu para buscar o empate, mas a equipe da Gávea soube garantir a vitória no clássico.
Na próxima rodada, o Flamengo vai enfrentar a Cabofriense, no Moacyrzão. O Fluminense terá o Botafogo pela frente, em Cariacica.
O jogo
Os dois times começaram a partida em ritmo veloz.  Aos três minutos, Wellington Silva cruzou para Fred que foi travado por César Martins na hora do chute. O Tricolor tentava marcar a saída de bola para atrapalhar o toque de bola da equipe rubro-negra e obrigava o goleiro Paulo Victor a sair com chutão.
Aos sete minutos, Willian Arão enfiou a bola para Emerson Sheik, mas Diego Cavalieri chegou primeiro. No lance seguinte, Gustavo Scarpa arriscou de longe e Paulo Victor espalmou para escanteio.
O Fluminense seguia mais ajustado em campo e aos 12 minutos, Wellington Silva cruzou. Fred dominou com grande categoria e bateu por cima do travessão.
Um minuto depois, o Flamengo marcou o primeiro gol. Após cobrança de escanteio, o goleiro Diego Cavalieri soltou a bola que tocou em Fred e se ofereceu a Willian Arão na entrada da pequena área. O volante bateu rápido e colocou nas redes tricolores.
Guerrero marcou o segundo gol e foi importante para a vitória do Flamengo (Foto: Gilvan de Souza / CRF)
O Fluminense tentou reagir, mas encontrava dificuldades para penetrar na defesa rubro-negra. E o Flamengo quase chegou ao segundo gol aos 23 minutos. Em nova cobrança de escanteio, o goleiro Diego Cavalieri não saiu e Wallace chegou atrasado. Mais empolgado, o time de Muricy Ramalho pressionava em busca do segundo gol, utilizando principalmente as investidas de Marcelo Cirino. Aos 26 minutos, o atacante driblou Léo Pelé com facilidade e cruzou com grande perigo, mas a bola acabou saindo.
O Fluminense parecia muito nervoso e seus armadores, Diego Souza e Cícero, quase não participavam do jogo. Aos 28 minutos, sem ter para quem passar, o zagueiro Henrique recuou mal para Diego Cavalieri que precisou correr para chegar na bola antes de Guerrero.
O atacante peruano apareceu aos 30 minutos quando recebeu um lançamento de Rodinei e bateu fraco, nas mãos de Cavalieri. O lateral-direito teve uma boa chance aos 31, quando após tabelar com Guerrero, bateu cruzado, mas a bola saiu. No lance seguinte, foi a vez de Marcelo Cirino experimentar de longe e obrigar Cavalieri a outra boa defesa.
Aos 37, após troca de passes, a bola ficou com Mancuello na esquerda. O argentino bateu cruzado e Diego Cavalieri teve que intervir novamente.
E o Flamengo criou nova chance para marcar aos 43 minutos quando Guerrero se antecipou aos zagueiros e cabeceou, mas Diego Cavalieri voltou a salvar o Tricolor com outra grande defesa.
O Fluminense voltou para o segundo tempo com o volante Douglas no lugar do lateral-esquerdo Léo Pelé. Gustavo Scarpa foi recuado para ocupar a posição. A mudança nem teve tempo para ser testada porque o Flamengo marcou o segundo gol, aos dois minutos. Rodinei cruzou da direita e Paolo Guerrero se antecipou a Henrique e cabeceou no ângulo esquerdo de Diego Cavalieri.
Cuéllar e Marcos Júnior foram expulsos após desentendimento (Foto: Nelson Perez / FFC)
Aos seis minutos, Marcos Junior e Cuellar se estranharam após uma marcação de uma falta na lateral. Outros jogadores entraram na confusão e o árbitro decidiu mostrar cartão vermelho para os dois jogadores que iniciaram a briga.
Quando a partida foi reiniciada, o Fluminense teve uma grande chance para marcar seu primeiro gol, aos nove minutos. Gustavo Scarpa cruzou e Cícero, livre, cabeceou com muito perigo para o gol de Paulo Victor.
Muricy colocou Márcio Araújo para proteger a defesa e o Flamengo quase chegou ao terceiro gol, aos 15 minutos. Emerson arrancou pelo meio, a defesa tentou cortar e a bola ficou para Guerrero que chutou mal e colocou para fora.
Por volta dos 20 minutos, a chuva caiu forte, deixou o gramado pesado, o que atrapalhou a movimentação dos jogadores. O técnico Eduardo Baptista decidiu mudar outra vez a sua equipe. Ele colocou o meia Gerson, que voltou da Roma, no lugar de Cícero, numa tentativa de aumentar o poder ofensivo da equipe das Laranjeiras. Logo depois, trocou Diego Souza, considerado seu jogador de confiança, pelo atacante Osvaldo.
O jogo caiu de ritmo porque o Flamengo recuou para defender o resultado e tentar aproveitar os espaços concedidos pelo adversário, enquanto o Tricolor, com mais posse de bola, não conseguia criar ações efetivas de ataque.
Aos 31 minutos, Osvaldo recebeu na esquerda, driblou o lateral Rodinei e bateu cruzado para grande defesa de Paulo Victor.  No minuto seguinte, Fred recebeu ótimo lançamento na pequena área, mas o zagueiro César Martins foi mais rápido e desarmou o artilheiro.
Aos 33 minutos, a partida ficou interrompida por causa de um protesto político. Uma torcedora invadiu o gramado carregando um cartaz. Aos 38, o Fluminense marcou o primeiro gol. Wallace derrubou Gerson na entrada da área. Gustavo Scarpa bateu a falta com categoria e não deu chances para Paulo Victor.
Aos 42 minutos, Wallace recebeu o segundo cartão amarelo, por tentar retardar o jogo e foi expulso de campo, deixando o Flamengo com um jogador a menos. O Fluminense partiu para buscar o gol do empate. César Martins evitou a conclusão de Fred aos 46 minutos, no último lance importante da partida.
FLUMINENSE 1 X 2 FLAMENGO
Local: Estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF)
Data: 21 de fevereiro de 2016, domingo
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo
Assistentes: Rodrigo Henrique Correa e Thiago Henrique Neto Farinha
Público: 32.024 pagantes
Cartões amarelos: Jorge, Rodinei, Paolo Guerrero, Wallace, Everton (Flamengo); Léo Pelé, Douglas, Renato Chaves (Fluminense)
Cartões vermelhos: Cuellar, Wallace (Flamengo); Marcos Junior(Fluminense)
Gols:
FLAMENGO: Willian Arão, aos 12 minutos do primeiro tempo; Guerrero, aos dois minutos do segundo tempo
FLUMINENSE: Gustavo Scarpa, aos 38 minutos do segundo tempo
FLAMENGO: Paulo Victor, Rodinei, César Martins, Wallace e Jorge; Cuéllar, Willian Arão e Mancuello(Márcio Araújo); Marcelo Cirino(Gabriel), Emerson Sheik(Everton)e Paolo Guerrero
Técnico: Muricy Ramalho
FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Wellington Silva, Henrique, Renato Chaves e Léo Pelé(Douglas); Pierre, Cícero(Gerson), Gustavo Scarpa, Diego Souza(Osvaldo);Marcos Júnior e Fred
Técnico: Eduardo Baptista.

Gazeta Esportiva
Compartilhar no Google Plus

About tvmais delmiro

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário