Uma atitude pode mudar o mundo. Doe para o CASCA

Com nova goleada, CSA vence Murici por 3x0 e amplia invencibilidade

Time do Mutange confirma vitória no 2º tempo e já assume a liderança do hexagonal, superando o CRB pelo saldo de gols; Rafael Oliveira sai lesionado  COMENTE
Meia Cleyton substituiu Rafael Oliveira e ajudou o CSA a conquistar ais uma vtória
FOTO: AILTON CRUZ/GA
O CSA voltou a conquistar, diante de seu torcedor, mais um importante resultado pelo Campeonato Alagoano. Com o placar de 3x0 sobre o Murici, na tarde deste domingo, no Estádio Rei Pelé, pela 1ª rodada do hexagonal, o time do Mutange ampliou sua invencibilidade, agora, para 11 jogos (sendo 10 vitórias e um empate), e já roubou a liderança do CRB, superando o arquirrival pelo saldo de gols.
O destaque negativo ficou por conta do atacante Rafael Oliveira, que abriu o marcador logo aos quatro minutos de jogo, mas deixou a partida aos 17, quando voltou a sentir a velha lesão e acabou substituído pelo meia Cleyton. O jogador será submetido a novo exame de imagem, a fim de melhor identificar o problema.
O Azulão relaxou com a vantagem mínima, e o Murici chegou a equilibrar a disputa, criando boas chances de igualar a partida. Porém, com as mudanças processadas no segundo tempo, o time do técnico Oliveira Canindé garantiu a vitória com gols de Soares - artilheiro do Alagoano, com seis gols, ao lado do regatiano Lúcio Maranhão - e Leandro Souza.
Rafael Oliveira abriu o marcador para o CSA logo aos quatro minutos
FOTO: AILTON CRUZ/GA

Agora, o CSA já se prepara para encarar, no próximo domingo, o Coruripe, na casa do adversário, enquanto o Murici, lanterna no hexagonal, vai tentar a reabilitação contra o Santa Rita, na noite do Sábado de Aleluia, no Estádio Olival Elias de Morais, em Boca da Mata.
Atacante comemora o gol ao lado de Soares e Rafinha
FOTO: AILTON CRUZ/GA
E no complemento da rodada de estreia do hexagonal - que define os classificados às semifinais -, ASA e Santa Rita ficaram no empate de 1x1 em Arapiraca, e as equipes dividem a terceira posição, com um ponto cada. Já pelo Quadrangular da Permanência - que vai definir os dois rebaixados para a Segunda Divisão em 2017 -, também nesta tarde, Penedense e Sete de Setembro também ficaram no 1x1.
O jogo
E a partida não poderia ter um início melhor para o time da casa. Isso porque, logo aos quatro minutos, após cruzamento da esquerda, o atacante Rafael Oliveira - que voltava à condição de titular - finalizou na pequena área, mas em cima do zagueiro. No rebote, o próprio Rafael cabeceou para baixo, mas Dias fez grande defesa. Na sequência, o centroavante disputou bola com o marcador e levou a melhor, empurrando a redonda para o fundo do gol: 1x0.
Jogador chora ao voltar a sentir lesão que o tirou do time por 1 mês
FOTO: AILTON CRUZ/GA

O CSA, porém, relaxou com a vantagem mínima e permitiu que o bom time do Murici crescesse na partida. Até que, aos 16 minutos, o técnico azulino Oliveira Canindé se viu obrigado a processar a primeira substituição do jogo, quando Rafael voltou a sentir a velha lesão, dando lugar ao meia Cleyton. Com a mudança, Luis Soares passou a jogar isolado no ataque.
Já aos 24 minutos, foi a vez de o Murici quase empatar, em belo jogada de Tarcísio. O atacante foi lançado em velocidade pela esquerda, fintou o zagueiro Leandro Souza e, na hora da finalização, mesmo sem ângulo, chutou rasteiro, assustando o goleiro Jeferson, que viu a bola acertar a rede pelo lado de fora. Cinco minutos depois, Rambo também teve boa chance pelo alto, mas cabeceou para fora.
E o time do Mutange voltou a ter mais posse de bola somente a partir dos 30 minutos, chegando a criar grande chance aos 31, com Jean Cléber. O volante recebeu pela direita, fintou o marcador e deixou João Paulo na cara do gol, mas o meio-campista não alcançou a redonda para o cabeceio na segundo pau.
Soares toca na saída do goleiro Dias e marca o segundo gol azulino
FOTO: AILTON CRUZ/GA

Soares desequilibra
E a primeira boa chance do segundo tempo saiu dos pés de Soares. O atacante azulino avançou pela esquerda e chutou forte. Dias fez grande defesa, mas espalmou na cabeça de João Paulo, que testou para fora, livre de marcação. 
O Murici, por sua vez, respondeu somente aos 23, quando Eninho - que entrou na segunda etapa - cobrou escanteio e viu Rodrigão cabecear bem. A bola desviou em Leandro e passou raspando o travessão de Jeferson.
Já aos 25 minutos, Canindé resolveu trocar João Paulo pelo também meia Bismarck, e o CSA chegou ao segundo gol um minuto depois, quando Soares dominou pela esquerda, deixou a marcação na saudade e tocou rasteiro, com categoria, na saída do goleiro Dias, ampliando a vantagem azulino: 2x0.
Jeferson fez grande defesa em cobrança de falta no segundo tempo
FOTO: AILTON CRUZ/GA

E o terceiro gol veio três minutos depois, em cobrança de falta. Bismarck cruzou no primeiro pau e o zagueiro Leandro Souza se antecipou à marcação para, de cabeça, tocar no canto esquerdo do goleiro Dias, que nem se mexeu: 3x0.
Aos 31, quando o time do Mutange já administrava o resultado, Canindé colocou o volante Bruno Santa Rosa no lugar do meia Didira, mas o CSA ainda teve mais uma boa oportunidade aos 34 minutos, e chute à queima roupa de Cleyton, que aproveitou bate-rebate na grande área, mas viu Dias salvar o Murici com os pés.
O time alviverde foi para o tudo ou nada no final, desperdiçando duas chances, aos 41 e aos 44 minutos, em cobrança de falta e em cabeceio de Deysinho, obrigando o goleiro Jeferson a fazer boa defesa, no último lance de efeito da partida.
Torcedor azulino voltou a comparecer em bom número
FOTO: AILTON CRUZ/GA
Por Bruno Soriano | Portal Gazetaweb.com
Compartilhar no Google Plus

About tvmais delmiro

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário