Uma atitude pode mudar o mundo. Doe para o CASCA

Dunga comemora novas opções após amistoso: 'O leque se abriu mais'

O leque de opções da seleção brasileira aumentou. Esta foi a conclusão de Dunga após a vitória por 2 a 0 sobre o Panamá, neste domingo, em Denver (Estados Unidos). Para o treinador, o fato de novos atletas como Gabriel e Douglas Santos terem tido bom desempenho confirmou o planejamento da comissão técnica e deu mais alternativas para a Copa América.
- Acho que o leque se abriu mais, e as convicções se confirmaram. Se trouxemos novos jogadores para abrir o leque e eles corresponderam, quer dizer que nossas convicções e nosso leque aumentaram. Temos outras opções para colocar em campo. Tudo que nós tínhamos pensado os jogadores estão correspondendo à nossa expectativa – disse o treinador.
Os testes de Dunga não se limitaram apenas a novos jogadores. Durante a partida, o técnico alternou entre três esquemas: começou no 4-1-4-1, passou para o 4-4-2 e fechou o jogo no 4-2-3-1.
- Todas elas (formações foram boas). Queríamos sair no segundo tempo com mais um homem de meio na frente, mas como nunca tínhamos jogado com dois atacantes mais enfiados, propusemos essa alternativa, porque esse é o único jogo onde podíamos tentar provar algumas situações. Algumas coisas saíram como nós treinamos, em outras temos que melhorar, como é normal.
CONFIRA A COLETIVA:
JONAS
A gente tem que usar as características do jogador. Jonas nunca foi jogador de ficar fixo; temos que nos adaptar à forma do jogador. Ele tem ampla liberdade de se movimentar nas duas pontas da área, voltar para jogar. É importante que sempre tenha um jogador que possa trocar com ele.
GABIGOL
É um jogador de velocidade, chega com facilidade ao gol, de drible. Hoje, tentamos aproveitar como ele joga no Santos, alternando algum posicionamento na frente. Ele tem a característica de jogar nas três funções da frente, e a gente pode aproveitar dependendo do jogo.
ANÁLISE DO JOGO
O time iniciou com ritmo forte, posse de bola. Nossa proposta era alternar um pouco de velocidade com posse de bola, porque éramos habituados a jogar em velocidade, não havia essa quebra de ritmo. Nisso, o Coutinho ajudou bastante. O Douglas Santos também passou bem. No fim do jogo estávamos com quatro jogadores olímpicos dentro do jogo e não mudou nada. A equipe continuou da mesma forma, pressionando e criando oportunidades de gol.
DOUGLAS SANTOS E FILIPE LUÍS
É jogador da seleção olímpica, jogou Libertadores. Normal que iniciou jogando mais atrás na defesa. Aos poucos foi se jogando, fez jogadas importantes de ultrapassagem. Sobre o Filipe Luis, não tem nada de informação (sobre problema físico). Para nós, está tudo normal.
GERAÇÃO
Eu vivi na pele. Falavam que minha geração não era tão boa, só que minha geração ganhou Sul-Americano, Mundial, Copa América, Copa das Confederações, primeira medalha olímpica. Essa geração está faltando ganhar título para se confirmar. São todos jogadores de grande qualidade, tanto na parte defensiva quanto ofensiva, que têm qualidade técnica.
ELIAS
Jogador de característica especial. Muito dinâmico, tem a infiltração como característica, é homem de surpresa, que vem de trás. É um dos jogadores que atuam no Brasil, mas tem característica europeia, joga com um, dois toques. Tem movimentação intensa. Já tem grande experiência na Seleção. Sem dúvida alguma vai nos ajudar.  
globo.com
Compartilhar no Google Plus

About tvmais delmiro

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário