Uma atitude pode mudar o mundo. Doe para o CASCA

Pato diz que foi proibido de treinar e vê o Corinthians como última opção

Atacante diz que volta ao clube caso não acerte com outro time, mas admite que este não é o seu desejo  
Alexandre Pato diz que não deseja voltar a jogar pelo Corinthians
FOTO: REUTERS
Emprestado ao Chelsea até 30 de junho, Alexandre Pato não descarta retornar ao Corinthians, mas deixa claro que não é o seu desejo. Em entrevista ao "Seleção SporTV", o atacante relembrou a passagem pelo clube paulista, quando conseguiu se livrar das constantes lesões musculares e foi criticado pelo pênalti perdido contra o Grêmio, na Copa do Brasil de 2013. Ele contou que foi proibido de treinar junto com o restante o elenco no início do ano, quando voltou de empréstimo ao São Paulo.

- Na minha vida, na minha carreira não vou deixar de pensar no Corinthians. Porque eles me ajudaram a voltar a ter confiança. Aconteceu o lance do pênalti (contra o Grêmio), a torcida me criticou, algumas pessoas dentro do Corinthians me criticaram. Mas eu sou profissional, me apresentei antes de ir para o Chelsea. Sempre fui profissional, chegava na hora marcada, treinava. Eu não pude treinar com o pessoal do Corinthians porque lá eles decidiram que eu deveria treinar fora porque correria de risco de me machucar, para o caso de ser vendido. Se acontecer de não aparecer nenhum clube, vou me apresentar e vou trabalhar até acabar o meu contrato.
Pato, de 26 anos, esteve emprestado ao São Paulo entre 2014 e 2015 e voltou ao Corinthians no início deste ano, quando o contrato com o Tricolor terminou. Até acertar com o Chelsea, ele treinou no CT Joaquim Grava, onde fez a pré-temporada. Pato disse que não foi autorizado a treinar com bola com os seus companheiros.
- Fui apresentado, fiz a parte toda de testes, alguns trabalhos físicos, mas na hora de (treinar) com a bola, não deixaram eu treinar. Fiz tudo junto com o grupo, mas alguns trabalhos com bola, eu ficava fora e fazia trabalho físico. Não tenho problema de me apresentar lá, de treinar e de jogar. Eu vou lá, vou ser profissional e tentar fazer aquilo que fiz no começo do Corinthians. Mas nesse momento não é o meu desejo (voltar para o Corinthians). Mas se por acaso acontecer de eu voltar, eu farei isso  - afirmou o jogador, cujo contrato termina no final do ano.
O pênalti desperdiçado diante do Grêmio, em 2013, que causou a eliminação do Corinthians da Copa do Brasil, foi um momento marcante da passagem do jogador pelo Alvinegro. Pato considera que foi "crucificado" pelo erro na penalidade, cobrada com uma cavadinha. 
- A torcida meio que me colocou de lado, alguns jogadores me colocaram de lado. Eu poderia ter sido abraçado. "Ok Pato, você errou, acabou, vamos te colocar para cima porque temos outro campeonato para disputar". O que aconteceu nesse pênalti me levou a ir para o São Paulo - disse, revelando que chorou após o erro e negando que tenha ocorrido tentativa de agressão por parte de outros jogadores.
-  A partir daquele momento (após erro no pênalti) não me sentia mais seguro no Corinthians. Porque eu tinha que andar de carro blindado, com seguranças armados. As pessoas queriam me bater, não podia ir no restaurante na frente da minha casa. Porque era muito perigoso. Me sentia inseguro. Quando recebi a proposta do São Paulo, falei com o meu empresário para eu ir para lá.
Revelado pelo Internacional, o atacante foi negociado com o Milan em 2007. No início de 2013, ele foi contratado pelo Corinthians, que pagou R$ 40 milhões para ter 60% dos seus direitos federativos. Entre 2014 e 2015, ele esteve emprestado ao São Paulo, em negociação que levou o meia Jadson ao Parque São Jorge.
Por SporTV.com 
Compartilhar no Google Plus

About tvmais delmiro

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário