Uma atitude pode mudar o mundo. Doe para o CASCA

CRB vence o Vila Nova por 2x1 e assume a 5ª posição na Série B

Segunda vitória regatiana fora de casa veio de virada, com gol do atacante Rodolfo aos 44 minutos do segundo tempo COMENTE
Atacante regatiano Neto Baiano (esq.) se posiciona para tentar o cabeceio na grande área
FOTO: DOUGLAS MONTEIRO/VILA NOVA
O CRB voltou a fazer bonito jogando longe de seu torcedor. Na noite desta terça-feira (31), pela 5ª rodada do Brasileiro da Série B, o Galo enfrentou o Vila Nova, em Goiânia-GO, e surpreendeu o Tigre em pleno Serra Dourada. Com o mesmo time que iniciou a partida contra o Criciúma, em Maceió, o time comandado pelo auxiliar João Brigatti - Mazola Júnior cumpriu suspensão automática - cresceu com as alterações na segunda etapa e virou o placar com gols de Adalberto (zagueiro) e Rodolfo (atacante), que entrou no tempo final e marcou de cabeça aos 44 minutos.
Com o resultado, o Galo saltou para a quinta posição, com nove pontos, apenas um a menos que Brasil de Pelotas-RS e Criciúma, terceiro e quarto colocados, respectivamente. Portanto, o CRB vai tentar mais uma vitória fora de casa já na próxima rodada, sábado que vem, diante do Avaí, na Ressacada, para figurar na zona de classificação à Série A em 2017.
O Vila, por sua vez, sofreu a quarta derrota em cinco jogos até aqui, já voltando suas atenções para o compromisso da próxima sexta-feira, contra o Paraná, novamente no Serra Dourada. Ainda na zona de rebaixamento da competição, o Tigre é o penúltimo colocado, com apenas três pontos, somente dois a mais que o Sampaio Corrêa-MA. 
Goleiro Juliano ergue os braços para celebrar a vitória regatiana
FOTO: DOUGLAS MONTEIRO/ASCOM VILA NOVA

CRB desajustado
O jogo começou pobre em emoção, com o Galo - que teve o retorno do volante Somália entre os relacionados - encontrando dificuldade na criação das jogadas. Tanto que o Vila só chegou com perigo à meta do goleiro Juliano aos 18 minutos, quando Robston chutou forte e viu a bola encobrir Juliano, mas acertar o travessão.
O Tigre cresceu e criou mais duas boas chances antes de abrir o marcador no Serra Dourada, aos 24 minutos. O volante Victor Bolt fez o desarme e lançou Fabinho pela esquerda, na falha da zaga regatiana. O meia-atacante tocou na saída do goleiro regatiano, sem chance para Juliano: 1x0.
Sem conseguir sair jogando, o Galo resistia à pressão e, no contragolpe, ainda criou mais duas oportunidades de ampliar a vantagem diante do torcedor colorado. Numa delas, aos 27, Roger aproveitou cruzamento, dominou na grande área, mas chutou prensado, vendo a bola passar por cima do gol de Juliano.
Preso à marcação, o CRB não conseguia avançar pelas laterais e, também por isso, pouco concluiu em gol. Acuado, ainda viu o Tigre chegar um minuto depois, quando Fabinho foi lançado em velocidade pela direita e chutou cruzado. A bola passou raspando o poste esquerdo de Juliano, após desvio.
Jogadores do CRB aguardam cruzamento na área do goleiro Juliano
FOTO: DOUGLAS MONTEIRO/ASCOM VILA NOVA

Virada no final
Para o segundo tempo, o Galo voltou sem o atacante Luidy, que deu lugar a Roldofo, enquanto o meia Dakson saiu para a entrada de Bocão. O Galo cresceu, embora tenha custado a acertar o último passe. Mas a primeira chance real de gol foi do time visitante, aos 13 minutos, quando Magrão recebeu pela esquerda e chutou de primeira, com o goleiro Edson salvando o Vila.
Já aos 16, foi a vez de Elton Lira substituir o também lateral Marcos Martins, na última mudança do Galo no jogo. O Vila seguiu em cima, criando ao menos duas chances de ampliar a vantagem em Goiânia. Numa delas, aos 36 minutos, Jean Carlos dominou pela esquerda e deixou Dudu na cara do gol. Ele chutou forte e viu a bola explodir no travessão.
Como quem não faz, leva, o Galo chegou ao empate três minutos depois. Magrão recebeu pla direita e cruzou no segundo pau, na cabeça do zagueiro Adalberto, que testou no canto direito de Edson, assinalando um belo gol e deixando tudo igual no Serra Dourada: 1x1.
O Galo se animou com o gol e ainda acertou o poste direito do goleiro Edson em boa cobrança de falta do lateral Diego - no rebote, Rodolfo chutou para fora. E de tanto insistir, o time visitante acabou premiado já aos 44, quando Galdezani recebeu de Bocão e cruzou no primeiro pau, buscando Rodolfo. Livre de marcação, o atacante só teve o trabalho de tocar, de cabeça, no canto esquerdo do goleiro: 2x1.
Nos acréscimos, o Vila, já sem muita organização, ainda teve o volante Magno Silva, que havia entrado no segundo tempo, simular um pênalti e receber o segundo cartão amarelo do árbitro pernambucano Émerson Luiz Sobral.
Por Bruno Soriano | Portal Gazetaweb.com
Compartilhar no Google Plus

About tvmais delmiro

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário