Uma atitude pode mudar o mundo. Doe para o CASCA

Jogando no Rei Pelé, CRB vence, vai a 15 pontos e encosta no G4

Nesta terça-feira (14), o CRB recebeu o Bragantino no Estádio Rei Pelé, o Trapichão, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Jogando em casa, o Galo venceu o time paulista por 2 a 1.
Os gols dos donos da casa foram marcados por Lúcio Maranhão e Adalberto, ambos no primeiro tempo, enquanto os visitantes descontaram com Edson Sitta nos minutos finais de partida. Com o resultado, o time de Alagoas chega aos 15 pontos e encosta no G4, que garante vaga de volta à elite. Já o Massa Bruta não vive boa fase. Com oito pontos, a equipe passa a integrar a zona de rebaixamento à Série C.
No próximo sábado, o CRB viaja para encarar o Atlético-GO, no Serra Dourada, às 16 horas. No mesmo horário, o Bragantino segue fora de cara e enfrenta o Náutico, no Arruda.
O Jogo
Embora o Braga tenha começado indo para cima do CRB, foram os donos da casa que chegaram com mais perigo. Aos nove minutos, Matheus Galdezani exigiu boa defesa do goleiro Felipe. Porém, a pressão dos donos da casa continuou e não demorou muito para se converter em gol.
Aos 11, o Galo saiu trocando rápidos passes de seu campo de defesa. Quando a bola chegou em Luidy, o meia arrancou, fez fila na defesa do time paulista e cruzou para Bruno Nascimento. Antes de ir para o gol, a bola ainda desviou em Lúcio Maranhão.
Os donos da casa se animaram e seguiram no ataque. Aos 17, foi a vez de Bruno Nascimento chutar e exigir grande defesa de Felipe. Mesmo na frente, o CRB questionou uma marcação da arbitragem e, após reclamar com o assistente, Diego Jussani, que estava no banco, foi expulso.
O Galo seguiu pressionando e tendo chances de ampliar o placar. Aos 35, o Bragantino se lançou ao ataque e tentou uma reação, que parou nas mãos de Júlio César. O perigo acordou o CRB, que chegou ao segundo gol aos 37. Diego cobrou falta na cabeça de Adalberto, que não perdoou.
No segundo tempo, o time de Alagoas não se acomodou pela vantagem no placar e começou pressionando. Aos dois, a equipe teve chance de ampliar após boa jogada de Lúcio Maranhão, que quase terminou com o gol de Dakson, parando no goleiro Felipe.
Aos 26, Diego chutou forte e quase marcou o terceiro. No minuto seguinte, foi a vez do Bragantino chegar ao ataque, mas Eliandro, de cabeça, mandou para fora. O Massa Bruta chegou ao gol aos 47, com Edson Sitta, após cobrança de falta. Contudo, não havia mais tempo para o time paulista tentar reverter o resultado.
Gazeta Esportiva
Compartilhar no Google Plus

About tvmais delmiro

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário