Uma atitude pode mudar o mundo. Doe para o CASCA

De virada, ASA vence ABC-RN por 2x1 e assume a vice-liderança da Série C

Fantasma faz o dever de casa, vai a 15 pontos e salta quatro posições no grupo A; time não sai do G4 mesmo com término da rodada neste domingo  

ASA conquistou importante resultado no Fumeirão
FOTO: WILLIAM ROCHA/ASCOM ASA
O ASA alcançou seu objetivo no 1º turno da fase de classificação da Série C. Jogando na noite deste sábado, no Estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca, o Fantasma venceu o ABC-RN de virada, por 2x1, e assumiu, ao menos provisoriamente, a vice-liderança no grupo A, com 15 pontos. E ainda que a 9ª rodada tenha mais três jogos neste domingo, o time do técnico Paulo Foiani não deixará o G4 da competição, já que, na pior das hipóteses, perderia duas posições.
O time de Arapiraca vinha de duas derrotas consecutivas, ambas fora de casa, e precisava somar os três pontos para retornar ao grupo dos quatro melhores. A vitória com gols de Jean Carlos e Reinaldo Alagoano fez que com o ASA saltasse quatro posições na tabela de classificação. Agora, o torcedor alvinegro vai torcer por derrota do Fortaleza diante do Botafogo-PB, no Castelão, e por tropeço do Salgueiro-PE, que recebe o Confiança-SE, para que o Gigante siga vice-líder.


E superada a fase de ida, o Fantasma já começa a voltar suas atenções para o próximo compromisso, domingo que vem, contra o Confiança, no Batistão, em Aracaju. Já o ABC, que estacionou nos 14 pontos e perdeu uma posição, pode fazer o clássico contra o América-RN, também no domingo (24), no Frasqueirão, já fora do G4, a depender do complemento da rodada.
Gol no finalzinho
O ASA entrou em campo tentando imprimir seu ritmo de jogo, diante de público muito aquém do esperado no Municipal, mas esbarrou na forte marcação abecedista. E apesar da dificuldade, foi o Fantasma quem primeiro chegou com perigo, aos 13 minutos de partida, quando o meia João Paulo chutou da entrada da área e viu o goleiro Vaná fazer boa defesa.
Com vitória em casa, Fantasma retornou ao G4 da Série C
FOTO: WILLIAM ROCHA/ASCOM ASA

Nova tentativa veio somente aos 29 minutos e com o meia Diogo, que recebeu pela esquerda e chutou rasteiro, vendo a bola passar perto do poste direito do goleiro. Mas a melhor oportunidade dos donos da casa surgiu somente aos 42, com Reinaldo. O atacante foi lançado pelo meio, venceu a disputa de bola com o zagueiro, mas perdeu o ângulo de chute e, novamente marcado, errou no recuo de bola e foi desarmado.
Como quem não faz, leva, o time potiguar - que tentava explorar a velocidade do contragolpe - abriu o marcador em lance de bola parada. O veterano meio-campista Lúcio Flávio foi para cobrança de falta pela esquerda e cruzou com efeito. A bola quicou e surpreendeu o goleiro, com a bola acertando o ângulo superior esquerdo de Thiago Braga: 1x0.
Virada e reabilitação
Na volta das equipes para a etapa final, o ASA teve boa chance logo com três minutos de bola rolando. Após cruzamento de João Paulo, o lateral Igor tentou finalizar de primeira, mas chutou no vazio, livre de marcação, desperdiçando a oportunidade. 
Jogadores do ASA celebram a vitória após a partida no Municipal
FOTO: WILLIAM ROCHA/ASCOM ASA

O jogo era aberto. O ASA dominava as ações, mas o time visitante ainda encontrava espaço para a conclusão. Até que, aos 14 minutos, Foiani trocou Dinélson pelo também atacante Jean Carlos. E foi dos pés do jogador reserva que saiu o gol de empate, quatro minutos depois, quando Jean recebeu pela direita e cruzou, vendo a bola desviar em Tiago Sala e matar o goleiro Vaná: 1x1.
Já aos 24, foi a vez de Rafael entrar no lugar do meia Diogo. Com mais um homem de frente, o ASA partiu em busca da virada, que veio aos 35 minutos. João Paulo - o nome da partida - fez boa jogada pela esquerda e cruzou rasteiro para Reinaldo, que se antecipou à marcação, chutando à queima roupa, sem chance para o goleiro: 2x1.
Com a vantagem no placar, o time da casa tratou de administrar o resultado. Já aos 44, Reinaldo deu lugar ao volante Kessi, e o ASA se fechou por completo nos minutos finais. Pelo ABC, Geninho também processou as três alterações a que tinha direito, mas a equipe potiguar, sem opção pelas laterais do campo, não fez o bastante para evitar a derrota no Fumeirão.
Por Bruno Soriano | Portal Gazetaweb.com
Compartilhar no Google Plus

About tvmais delmiro

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário