Uma atitude pode mudar o mundo. Doe para o CASCA

Em vídeo Cabo Eleitoral diz que prefeita e pré-candidato armaram para ele denunciar outro candidato

Agressão, acusação, negativa e denúncia de tentativa de armação, todos estes elementos fazem parte da polêmica eleição para prefeitura em Agua Branca, que teve capítulos policiais envolvendo dois candidatos a prefeito, a atual prefeita e um cabo eleitoral.
A polêmica teve início quando Roberto Viana dos Santos, popularmente conhecido como Betão, e cabo eleitoral do pré-candidato da situação a prefeito, Paulo Campos (PMDB), procurou a delegacia para fazer um Boletim de ocorrência contra o pré-candidato da oposição, Zé Carlos do Mercado (PSDB), dizendo que ele foi agredido por três pessoas, entre elas o pré-candidato.
Após a denúncia, Betão voltou atrás, disse que não teria sido agredido pelo pré-candidato Zé Carlos do Mercado, e que a denúncia foi uma “armação” do pré-candidato da situação e que é chefe de gabinete da atual prefeita, Paulo Campos.
Em vídeo conseguido com exclusividade pelo Minuto sertão, Betão, além de confirmar a negativa da acusação foi mais além. Disse que a atual prefeita do município, Albani Sandes Gomes, a vice-prefeita e o filho da prefeita estariam presentes quando um carro o pegou para levar ele até a delegacia fazer a denúncia.

Caso de polícia
Quem não está nada satisfeito com tudo que ocorreu é o delegado Rodrigo Cavalcanti, ele confirmou que a delegacia fez o BO e soube da negativa de Roberto Viana dos Santos e já tomou providências.
Amanhã, ele estará convocando todos os envolvidos para a delegacia a fim de esclarecer os fatos. Ele pode denunciar Roberto e outros envolvidos, se assim ficar provado , do crime de denunciação caluniosa.
Outro Lado
O pré-candidato Paulo Campos, mandou nota para a imprensa negando que tenha “armado” junto a Roberto a denúncia contra o pré-candidato Zé Carlos o Mercado.
Veja abaixo a nota na integra
Diante do áudio que está sendo divulgado nas redes sociais, onde o senhor Roberto Viana dos Santos, popularmente conhecido como Betão, atribui a mim o registro do boletim de ocorrência contra o senhor José Carlos Carvalho, venho esclarecer que:
1 – Não fui eu quem registrou um boletim de ocorrência, atribuindo acusação ao senhor José Carlos Carvalho. Portanto, não cabe a mim provar qualquer coisa que seja relacionada ao caso, inclusive a veracidade dele. Entendo que é de responsabilidade exclusiva do senhor Roberto Viana dos Santos a produção de provas quanto ao que ele registrou na polícia.
2 – Sobre o fato do senhor Roberto Viana dos Santos ter ido em minha residência em prantos para me pedir ajuda, alegando que tinha sido agredido fisicamente, como cidadão e estudante de direito que sou, apenas o orientei a procurar a delegacia de polícia e registrar o ocorrido, que é o procedimento correto nesses casos. Onde ele, apenas ele, relatou para o escrivão de polícia a versão dele dos fatos.
3 – Não sei o que se passou com o senhor Roberto Viana dos Santos, quando gravou ou foi gravado no áudio que está sendo divulgado, atribuindo a mim um fato que não é verídico. Com veemência, esclareço que não o orientei a produzir nenhum relato sobre a agressão que alegou ter sofrido.
Por fim, repudio a tentativa de ligar meu nome a esse episódio político, que, repito, não tem nada a ver comigo, senão pelo fato do senhor Roberto Viana dos Santos ser uma pessoa politicamente ligada a mim, e somente isso.
E espero que seja realmente esclarecido este episódio que circula em toda imprensa, Água branca já sofreu muito com este tipo de violência e não merecemos, mas isto e me coloco a disposição para qualquer outro esclarecimento não irei me acovardar como alguém que precisa de interlocutor para esclarecer os fatos.
Água Branca com histórico de confusões políticas
A atual prefeita de Água Branca, Albani Sandes Gomes, é esposa do ex-prefeito Zé da Dorinha, sua filha é vice-prefeita e o seu filho, secretário de Finanças. Zé da Dorinha e sua família vêm se envolvendo em várias confusões ao longo dos últimos anos.
Em 2012 ele foi condenado a um ano de prisão, além do pagamento de seis salários mínimos, por desviar água da Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal). A pena foi convertida na doação de 120 cestas básicas.
Ainda em 2012,  ele foi investigado pelo desaparecimento de um trator agrícola, adquirido com recursos do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). Se filho , Rodrigo sandes, também é investigado no mesmo inquérito.
Já em 2013, de acordo com denúncia encaminhada ao Ministério Público, no dia 25 de setembro, Marcelo Dorinha, filho da prefeita, utilizou a Hillux cinza, de placa NML-4246, durante uma competição, no Festival de inverno na cidade, no dia 04 de agosto.A denúncia, encaminhada ao promotor Bolívar Cruz Ferro, dá conta ainda que a prefeita utiliza o veículo para transportar animais.
Redação Minuto Sertão
Compartilhar no Google Plus

About tvmais delmiro

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário