Uma atitude pode mudar o mundo. Doe para o CASCA

Lochte e outros três atletas dos EUA são assaltados após festa na Zona Sul

De acordo com medalhista olímpico, táxi onde estavam foi abordado por ladrões que mostraram distintivos policiais  
Nadador é assaltado na Zona Sul do Rio de Janeiro
FOTO: REUTERS
O americano Ryan Lochte foi assaltado depois de uma festa na Casa da França, na Lagoa, Zona Sul do Rio de Janeiro (assista abaixo a um vídeo da festa, postado pelo nadador numa rede social). O atleta, que havia sido convidado pelo brasileiro Thiago Pereira, estava num táxi com outros três atletas dos Estados Unidos - Gunnar Bentz, Jack Conger e James Feigen - quando foi abordado por bandidos armados. O crime aconteceu na madrugada deste domingo e foi confirmado por Lochte à rede NBC, com mais detalhes 
- O táxi foi parado por uns caras que mostraram distintivos policiais. Não havia carro de polícia com suas luzes, apenas esses distintivos. Eles sacaram as armas e falaram para sairmos do carro, para que nos deitássemos no chão. Os outros três obedeceram, mas eu me recusei. Disse que não havia feito nada errado, então não deitaria. Mas um deles puxou a arma, colocou na minha testa e disse "deita no chão". Levantei as mãos e falei que tudo bem, que iria deitar. Ele pegou nosso dinheiro, levou minha carteira, mas deixou meu celular e documentos, minha credencial.
Em comunicado oficial, o porta-voz da equipe olímpica de natação dos EUA, Patrick Sandusky, confirmou o caso e o auxílio às investigações.
- O táxi foi parado por indivíduos armados se passando por policiais e exigindo dinheiro e objetos pessoais. Os atletas estão bem e cooperando com as autoridades.
A mãe do medalhista olímpico, Ileana Lochte havia confirmado ao jornal USA Today que o filho e um colega tiveram suas carteiras roubadas. Após o crime, Lochte ligou para ela e contou que o episódio foi "aterrorizante".
- Eles ainda estão assustados, mas os bandidos levaram apenas as carteiras. Foi basicamente isso - disse Ileana ao The Washington Post, confirmando que os atletas não foram agredidos.
Após o incidente, Lochte foi levado para a Casa dos Estados Unidos, também na Zona Sul. Ele e os outros três atletas permanecem no Brasil até o dia 17. A partir de agora, o nadador irá usar um carro blindado na cidade
Aos 32 anos, Lochte conquistou o ouro no revezamento 4x200m livre na Rio 2016 - com Bentz e Conger na equipe - e tem no currículo ao todo 12 medalhas olímpicas. Feigen fez parte do time americano que disputou o revezamento 4x100m livre e também levou medalha de ouro.
Em declaração ao Washington Post, Flávio Perez, representante de Thiago Pereira, disse que Lochte e o brasileiro foram celebrar um aniversário na Casa da França.
- Os dois são amigos e estavam comemorando com um outro amigo em comum. Thiago e sua esposa, Gabriela Pauletti, acabaram voltando mais cedo para o hotel. Mas assim que soube do que aconteceu, ligou para o Ryan e soube que estava tudo bem.
COI nega, e Rio 2016 aguarda informações
Na manhã deste domingo, o porta-voz do Comitê Olímpico Internacional (COI) Mark Adams declarou que a história "absolutamente não era verídica". Diretor de comunicação do Rio 2016, Mario Andrada disse que recebera informações "muito vagas" e que aguardava novos relatos.
Por Do G1 Rio  
Compartilhar no Google Plus

About tvmais delmiro

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário