Uma atitude pode mudar o mundo. Doe para o CASCA

Revisão de benefício da previdência começa no dia 24 de outubro em Alagoas

Serão chamados primeiro os mais jovens, com benefício há mais tempo, em seguida os aposentados por invalidez
Ana Paula Omena / Tribuna Independente
INSS vai fazer uma espécie de pente fino nos benefícios previdenciários a mando do governo federal (Foto: Sandro Lima)INSS vai fazer uma espécie de pente fino nos benefícios previdenciários a mando do governo federal (Foto: Sandro Lima)
O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começou neste mês de outubro a convocar, por meio de carta, os segurados para fazer a revisão dos benefícios de auxílio-doença e aposentadoria por invalidez por meio de exames. Em Alagoas, ao todo 2.077 segurados passarão pelo “pente-fino”. Neste primeiro lote serão beneficiários do auxílio-doença até 39 anos de idade, que estão sem fazer perícia há dois anos. Em seguida os aposentados por invalidez.
As cartas para os segurados residentes em Alagoas serão enviadas nos próximos dias, pela Direção Central do INSS em Brasília. Mas o sistema já está programado para realizar as perícias médicas a partir do dia 24 deste mês.
Ao todo serão convocados 530 mil beneficiários que estão de auxílio-doença há mais de dois anos sem passar pela perícia médica e 1,1 milhão de aposentados por invalidez com idade inferior a 60 anos.
Em Alagoas serão convocados 16.065 segurados que estão de auxílio-doença e 18.291 aposentados por invalidez.
Após o recebimento da carta, o beneficiário terá cinco dias úteis para agendar a perícia, por meio da central de teleatendimento 135. No País, 75.823 segurados se enquadram nesta situação.
Os beneficiários não precisam se antecipar à convocação. Para evitar filas desnecessárias e sobrecarga nas Agências de Atendimento, o INSS organizou a revisão dos benefícios em lotes com critérios pré-definidos. Não é preciso comparecer ao Instituto antes de ser convocado.
A peneira do INSS obedecerá critérios e serão chamados primeiro os segurados mais jovens e que recebem o benefício há mais tempo (da menor para a maior) e o tempo de manutenção do benefício (do maior para o menor).
Para reforçar a convocação, também serão emitidos, a partir de novembro, avisos aos beneficiários por meio dos terminais eletrônicos das agências bancárias.
Nos casos de segurados com domicílio indefinido ou em localidades não atendidas pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, a convocação será feita por edital publicado em imprensa oficial.
Para facilitar a convocação e evitar a suspensão do benefício, os beneficiários devem manter seu endereço atualizado junto ao INSS. A alteração pode ser realizada facilmente por meio da central de teleatendimento 135 ou pela internet (www.previdencia.gov.br).
O INSS trabalha com uma possibilidade de reversão entre 15% e 20% para os benefícios de auxílio-doença. Caso esse número se confirme, a economia para os cofres pode chegar a R$ 126 milhões/mês. O valor médio desses benefícios é de R$ 1.193,73.
De acordo com o presidente do INSS, Leonardo Gadelha, o foco inicial será checar os cerca de 530 mil benefícios de auxílio-doença decorrentes de ordem judicial.
“Essa primeira leva talvez possa ser revisada até o final do ano”, afirmou. O programa de “revisão de pagamento”, anunciado em julho deste ano pelo governo, busca fazer um ‘pente-fino’ na situação de quem está recebendo o benefício há mais de dois anos.
Seis peritos aderem ao trabalho extraordinário
O INSS Alagoas informou que seis peritos aderiram ao trabalho no Estado e cada um pode fazer de uma a quatro perícias de revisão por dia. Vão receber cada um R$ 60 por perícia realizada.
Esse será um trabalho extra às perícias realizadas diariamente. Dessa forma, podem ser realizadas até 24 perícias por dia. Aproximadamente 2,5 mil dos 4,2 mil peritos do quadro do Instituto no país trabalharão nas perícias de revisão.
É possível que ocorram perícias aos sábados, mas até o momento em Alagoas não está programado. Por enquanto, o trabalho ocorre somente de segunda a sexta-feira, informa a assessoria de comunicação. A previsão para a conclusão da revisão vai depender da quantidade de perícias realizadas pelos médicos por dia.
Para ajudar a diminuir o fluxo de atendimento nas agências da Previdência Social e esclarecer as dúvidas dos beneficiários, o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA) lançou o aplicativo Revisão dos Benefícios do INSS. Disponível inicialmente para o sistema Android, na próxima semana o serviço também estará disponível na App Store.
Compartilhar no Google Plus

About tvmais delmiro

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário