Uma atitude pode mudar o mundo. Doe para o CASCA

Eduardo Baptista elogia Ponte Preta e acredita em Palmeiras pronto

Treinador cita diferenças para a Libertadores e fala em 'virar a chave' no jogo deste domingo, pelo torneio estadual
Felipe Zito / Globo Esporte
Eduardo Baptista conhece bem o adversário deste domingo (Foto: Felipe Zito / Globo Esporte)Eduardo Baptista conhece bem o adversário deste domingo (Foto: Felipe Zito / Globo Esporte)
Um palmeirense sabe bem o que esperar da Ponte Preta no duelo do próximo domingo. O técnico Eduardo Baptista comandou a Macaca no ano passado e só deixou o clube de Campinas quando foi procurado pelo Verdão, no fim da temporada passada. Para a semifinal do Paulistão, a experiência alvinegra da atual comissão técnica palmeirense pode ser um benefício ao atual campeão brasileiro, que busca a classificação da sua primeira decisão em 2017.
– A Ponte é um time muito reativo. Já foi assim com a gente no ano passado. Às vezes preferem dar a bola para o adversário jogar para numa roubada e sair em contra-ataque. Eles têm essa característica, mas contra o Santos eles foram mais incisivos, criaram situações e se classificaram com o resultado de Campinas. Esse é o time que esperamos, que às vezes vai recuar para jogar no nosso erro, mas em alguns momentos, principalmente se jogar Lucca e Clayson, vão tentar propor jogo para vir para São Paulo com um resultado a favor deles – explicou Eduardo Baptista, em entrevista coletiva nesta sexta-feira.
Palmeiras e Ponte Preta já se enfrentaram duas vezes em 2017 - o clube de Campinas, inclusive, defende um tabu contra o atual campeão brasileiro. No começo do ano, o amistoso disputado na arena alviverde terminou empatado em 1 a 1. Já pelo Paulistão, pela última rodada da fase de grupos, a Macaca venceu no Moisés Lucarelli.
Para o duelo válido pelo primeiro confronto das semifinais do Paulistão, a expectativa na Academia de Futebol é aproveitar as últimas experiências contra a Macaca para, desta vez, conseguir um resultado positivo.
– Manter a posse, objetiva e aguda. É um time que se fecha muito bem, então tem de rodar a bola. Fazer a bola girar rápido. Ser atento aos contra-ataques. Mesmo na fase ofensiva já estar preparando a fase defensiva para em caso de perda estar bem resguardado para não sofrer com a principal arma da Ponte, que é o contra-ataque – disse Eduardo.
Depois de vencer o Peñarol na quarta-feira e manter a liderança do seu grupo na Libertadores, o Palmeiras volta seu foco para a reta final do Campeonato Paulista. Em termos de características, pelo menos, o treinador vê o estilo da sua equipe mais pronto para ter sucesso no estadual.
– A Ponte, por mais que te marque, sempre vai procurar jogar. Não é um time tão viril como foi o Peñarol. Talvez a gente não tenha espaço para entrar, mas vamos ter espaço para circular. O jogo contra o Peñarol foi mais forte. Nosso jogo está melhor para o Paulista. A Libertadores temos pontos a serem evoluídos ainda, no Paulista estamos em um bom nível – concluiu o comandante.
Compartilhar no Google Plus

About tvmais delmiro

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário