Uma atitude pode mudar o mundo. Doe para o CASCA

Importância do Ultrassom Transvaginal para tratar problemas de fertilidade

Problemas de saúde que poderiam estar impedindo a gestação podem ser identificados por meio deste exame

O exame Ultrassom Transvaginal é um dos mais importantes para garantir a saúde da mulher e é fundamental, inclusive, em casos de mulheres que estão na tentativa por uma gestação, isso porque por meio deste exame é possível saber se está tudo certo com o aparelho reprodutor e se houver qualquer problema, o diagnóstico precoce e tratamento podem reverter a causa da infertilidade.

Este exame não causa quaisquer riscos para a mulher e é realizado com o auxílio de um aparelho que emite ondas inofensivas com muita velocidade. Essas ondas são capazes de ultrapassar tecidos envoltos por água e se houver quaisquer obstáculos, essas mesmas ondas reagem devolvendo imagens. Para evitar contágios, o especialista em Ginecologia utiliza um novo preservativo a cada paciente e um gel lubrificante à base de água é aplicado para facilitar a introdução do aparelho na região vaginal.

Muitos problemas de saúde podem ser identificados a partir deste exame de alta tecnologia como é o caso da endometriose, que pode provocar a infertilidade. Segundo artigo científico publicado pela Revista Hospital Universitário Pedro Ernesto, a endometriose é um problema com prevalência de até 70% em mulheres com dor pélvica e infertilidade e entre os exames de imagem, o ultrassom transvaginal é o exame com melhor custo-benefício para a avaliação inicial da doença.

Indicações do Ultrassom Transvaginal

Este exame pode dar ao especialista uma ideia exata do que está ocorrendo com o aparelho reprodutor feminino. É possível visualizar os ovários, o colo do útero e trompas. O site que aborda assuntos em torno da saúde feminina, Trocando Fraldas, destaca quais são os problemas passíveis de identificação a partir do ultrassom transvaginal:

Morfologia do útero – Qualquer problema na formação do útero pode ser identificado a partir deste exame de imagem: útero septado; didelfo; útero bicorno, entre outros. É possível identificar, por exemplo, um útero infantil em idade reprodutiva e a altura e espessura uterina. Um colo de útero curto pode atrapalhar em caso de gestação.
Situação do endométrio – É possível ver o tamanho e espessura do endométrio. Com o exame transvaginal também podem ser identificados problemas como: varizes uterinas; líquidos que podem apontar infecção; pólipos endometriais, miomas, entre outros.
Ovários – Se houver má formação dos ovários ou a presença de micro policísticos, é possível visualizar por meio do ultrassom transvaginal. Um problema de ovários policísticos, que também pode impedir a mulher de engravidar, pode ser identificado por meio deste exame e tratado precocemente.

É essencial que a mulher visite regularmente um ginecologista de confiança e que se submeta aos exames indicados. Em casos do desejo pela gestação, o ultrassom transvaginal mostra se existe algum problema e assim, o tratamento pode ser iniciado o quanto antes para a reversão da infertilidade.

Por Assessoria
Compartilhar no Google Plus

About tvmais delmiro

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário