Uma atitude pode mudar o mundo. Doe para o CASCA

No Santuário de Fátima, papa Francisco pede fim das guerras no mundo

Neste sábado, papa vai canonizar crianças as quais é atribuído um milagre no Brasil.
Papa Francisco coloca rosa dourada ao pés de estátua da Virgem Maria no Santuário de Fátima, em Portugal
FOTO: JOAO SENA GOULAO / LUSA / AFP
O papa Francisco, visitando um dos santuários mais famosos do catolicismo, rezou nesta sexta-feira (12) pelo fim das guerras que, segundo ele, dilaceram o mundo, e pediu aos fiéis para "derrubarem todos os muros" para espalhar justiça e paz.
No início de uma viagem de menos de 24 horas em solo português, Francisco desembarcou no Santuário de Fátima, onde a Igreja Católica ensina que a Virgem Maria apareceu para três crianças portuguesas há 100 anos, no que então era um pobre vilarejo agrícola.
O principal motivo da viagem à cidade na região central de Portugal, que recebe cerca de 7 milhões de pessoas por ano, é uma grande missa a céu aberto no próximo sábado para declarar santas duas das crianças. As duas crianças, Francisco e Jacinta Marto, morreram pouco após as aparições, aos 9 e 10 anos. Eles serão declarados santos por um milagre reconhecido pelo Vaticano pela cura de um menino brasileiro de um traumatismo craniano. A terceira criança, Lucia dos Santos, se tornou uma freira e morreu em 2005, aos 97 anos.
Observado por centenas de milhares de pessoas, Francisco leu uma longa prece perante uma pequena estátua da Virgem Maria, deixando uma rosa dourada aos seus pés.
Fiéis carregam estátua da Virgem de Fétima nesta sexta-feira (12) durante visita papal 
FOTO: TIZIANA FABI / AFP

"Imploro para o mundo que haja harmonia entre todos os povos", disse, denunciando sangue "despejado nas guerras que estão destruindo nosso mundo".
Desde sua posse, em 2013, Francisco fez centenas de apelos pela paz, incluindo pedidos de mediação internacional para reduzir tensões entre os Estados Unidos e a Coreia do Norte.
Um cartaz na multidão dizia: "Por favor, reze pela paz na Coreia".
Em sua prece, que a grande multidão escutou em quase silêncio, Francisco também falou sobre outro importante tema de seu papado: justiça para os pobres, refugiados e abandonados.
"Iremos seguir todos os caminhos e em todos os lugares fazer nossa maneira peregrina; iremos derrubar todos os muros e cruzar todas as fronteiras à medida que vamos a todas as periferias para tornar conhecida a justiça e paz de Deus", disse.
Cura de brasileiro
Nesta quinta, os pais do menino brasileiro cuja cura foi atribuída a um milagre dos Pastorinhos falaram sobre a alegria pela canonização dos beatos.
O milagre da cura de Lucas foi reconhecido em 23 de março de 2017 e o Papa Francisco anunciou a cerimônia de canonização em 20 de abril. Os beatos serão os mais jovens santos não-mártires da Igreja Católica.
Durante o testemunho, os pais dirigiram os agradecimentos a Francisco e Jacinta, aos profissionais de saúde que trabalharam na recuperação de Lucas, à Postulação da Canonização dos dois beatos e ao Santuário de Fátima.
De acordo com Batista, o menino caiu de uma janela com 6,5 metros, quando tinha cinco anos. Com a queda, ele bateu a cabeça no chão e sofreu um traumatismo craniano, com perda de tecido cerebral. Lucas foi internado em estado grave e sofreu duas paradas cardíacas. Os médicos deram poucas esperanças de sobrevivência.
Conforme relato do pai, a família começou a rezar a Jesus e a Nossa Senhora de Fátima, a quem tem muita devoção. No dia seguinte ao acidente, eles ligaram para o Carmelo de Campo Mourão, também na região centro-oeste do Paraná, pedindo orações para Lucas.
Na primeira ligação, a irmã que recebeu o telefonema não passou o recado, pensando que a criança não sobreviveria. A mensagem só foi transmitida à comunidade no dia seguinte.
"Uma irmã correu para as relíquias dos Beatos Francisco e Jacinta, que estavam junto do Sacrário e sentiu esse impulso de oração: "Pastorinhos, salvem esse menino, que é uma criança como vocês". Conseguiu convencer toda a comunidade do Carmelo a rezar apenas com a intercessão dos Pastorinhos", diz o relato do pai.
Em 9 de março, Lucas já apresentou melhoras, acordando bem e lúcido, perguntando pela irmã. Em 11 de março saiu da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) e no dia 15 do mesmo mês teve alta.
Ainda de acordo com Batista, a criança não teve nenhuma sequela.
Por G1
Compartilhar no Google Plus

About tvmais delmiro

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário