Uma atitude pode mudar o mundo. Doe para o CASCA

Operação recolhe mais 5,5 toneladas de carnes impróprias para consumo em Alagoas

Empresa fiscalizada fica em Arapiraca; produtos apreendidos estão vencidos ou sem comprovação de procedência

Carne apreendida pelos integrantes da Força Tarefa
FOTO: JONATHAN LINS/MPAL
A Fiscalização Preventiva Integrada (FPI) do Rio São Francisco voltou, nesta quarta-feira (17), à unidade de beneficiamento de carnes e produtos cárneos em Arapiraca. Na ocasião, foram apreendidos mais 5,5 toneladas do produto. Durante ação ocorrida ontem, já havia sido apreendida 1,4 tonelada. A carne está vencida ou sem comprovação de procedência.
Agentes da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) também acompanharam a ação e realizaram o levantamento dos produtos que ainda poderão ser comercializados. Foi gerada uma guia de pagamento de imposto e multa no valor de aproximadamente R$ 20 mil.  "A empresa será intimada para regularizar a inscrição estadual junto ao cadastro da Sefaz. Até lá, permanecerá interditada", explicou um agente da Secretaria.
Além das intimações, a Sefaz deve ir até a Delegacia-Geral da Polícia Civil (PC), em Maceió, para informar às autoridades sobre os crimes tributários que estavam sendo praticados pela empresa de Arapiraca. 

Carne apreendida pelas FPI será incinerada na cidade de Maceió 
FOTO: JONATHAN LINS/MPAL

O recolhimento dos produtos
Cerca de sete toneladas de carne foram recolhidas nesses dois dias pelos técnicos da FPI do São Francisco. Os produtos serão levados para Maceió, onde, em seguida, passarão pelo processo de incineração. 
O flagrante dessa grande quantidade de carne com data de validade vencida e sem comprovação de procedência teve início da noite de ontem (16), após denúncias recebidas pelo Batalhão de Polícia Ambiental (BPA). 
Fiscais da Agência de Defesa Agropecuária de Alagoas (Adeal) desconfiam que a mercadoria seria vendida mesmo após o vencimento, o que poderia causar sérios riscos à saúde humana. A suspeita se dá pelo fato do alimento estar sendo mantido em uma câmara refrigerada. O auto de infração emitido pelo órgão pode gerar umas multa de mais de R$ 8.200,00.      

Carne apreendido por integrantes da FPI apresentavam irregularidades
FOTO: JONATHAN LINS/MPAL
                







Por Jonathas Maresia | Portal Gazetaweb.com   
Compartilhar no Google Plus

About tvmais delmiro

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário